A relação entre o visagismo e o design

Mesmo antes de conquistarmos um novo cliente, nossa atitude é de imersão. Acreditamos que, de fato, este mergulho no mundo e nas diferentes realidades, nos faz mais capacitados e empáticos no que diz respeito ao atingimento dos objetivos e expectativas comuns.

Um dos trabalhos que estamos desenvolvendo, envolve muito o visagismo, sua história, suas aplicações, sua importância na auto descoberta, na revelação da real beleza etc. Estamos bem envolvidos e sedentos em busca de mais conteúdos e conhecimento sobre o tema.

Envolvidos e apaixonados pela técnica, não pudemos evitar a comparação entre o visagismo e o design. Ambos têm uma incrível semelhança em suas propostas, teorias e até em seus estudos, à exemplo das cores e sua importância em suas diversas aplicações e propósitos.

Mas… vamos por partes! Você já ouviu falar ou conhece o que vem a ser o visagismo?

Esta palavra é a tradução de visagisme, derivada de visage, cujo significado em francês é “rosto”. O visagismo é a arte da criação de uma imagem pessoal personalizada, que revela também as qualidades interiores de uma pessoa, de acordo com suas características físicas e os princípios da linguagem visual, utilizando a maquilagem, o corte, a coloração e o penteado do cabelo, entre outros recursos estéticos. O seu objetivo é o de alcançar a harmonia estética, de acordo com a personalidade e estilo de vida de cada pessoa, criando um estilo que se integre com as necessidades funcionais, biológicas e emocionais de cada pessoa. Deu para entender?

Agora vamos para o design!

Você conhece o termo? Este termo pode lhe parecer um pouco distante de sua realidade, no entanto, posso te assegurar que seus dias estão permeados por este conceito. Talvez você não tenha se dado conta que a todo momento, em muitas situações de seu dia a dia, você está se relacionando com os conceitos e os benefícios do design. O design está relacionado a produtos e a serviços, com o objetivo de buscar soluções criativas e inovadoras para atender características de produtos, necessidades do cliente e da empresa, de forma sintonizada com as demandas e oportunidades do mercado.

Então, o que nos chamou a atenção na semelhança, foi que ao comparar um e outro, percebemos que ambos se valem de técnicas e materiais de ponta, mas que podem ser inúteis se o resultado final não atingir as expectativas “estéticas” na revelação e criação de uma nova imagem que se busque.

Perceba que, em quase todas as ação do dia a dia, design está presente, seja no formato de sua escova de dentes, no modelo e nos acessórios do seu carro, na página de revista que te chamou a atenção, no seu computador e mouse, no seu celular, ou até mesmo no acesso fácil e intuitivo ao caixa eletrônico do Banco onde você é correntista. Você já tinha pensado nisso desta forma?

A verdade é que, mesmo que de forma inconsciente, o ser que vive em sociedade busca a todo momento, a harmonia, a adequação, a aceitação, a beleza natural das coisas, o equilíbrio e o bem estar para viver e se relacionar.

Assim, quando penso de forma comparativa, fazendo uma analogia relacionando o visagismo com o design, chego a conclusão que ambos procuram revelar soluções criativas e inovadoras a todo momento, a fim de melhorar a vida e o bem estar das pessoas, sobretudo nos dias de hoje.

Seja o design gráfico, de produto, de ambientes, ou da moda, todos são responsáveis por construir uma linguagem visual adequada, sem padrões engessados ou modismo massificado, assim como no visagismo, que se baseia nas diferentes e peculiares realidades, e se firma no que há de melhor, no potencial em cada um, fazendo a revelação de algo que, passa a transformar a vida daquela pessoa.

Tanto o design como o visagismo, não existem somente para deixar as coisas/ as pessoas mais bonitas; Ambos levam em consideração não só a aparência, mas principalmente a personalização e o melhor, de forma mais funcional.

O corte de cabelo que muda o seu rosto, as sobrancelhas que mudam a sua expressão, a cor do cabelo que transforma seu look, é como uma marca que se destaca das demais, o produto com nova embalagem, o rótulo que agrega valor ao produto, ou aquele ar de aconchego da sala que você viu naquela revista de decoração, combinando equilíbrio de cores, formas e linhas.

Se interessou pelo assunto e quer conversar sobre design? Chame o nosso time e entenda o que podemos fazer por sua marca.

Ana, da Soul.

Curtiu o texto?

Olá, sou a Ana Lahor, graduada em Publicidade & Propaganda, com MBA em Gestão em Comunicação e Marketing pela USP/ECA, ministrei aulas em Universidade por 12 anos. Habilitada em Coaching e Consultoria, atuei nas áreas de Treinamento e Gestão junto a American Express do Brasil. Fui Diretora Comercial, de Marketing e Atendimento em algumas Agências de Publicidade e Produtora de Vídeos na Cidade de Uberlândia MG.

Criei a Soul em 2010 e, em 2020 por influencia do meu sócio e também Diretor, Ian Lahor Amato, transformamos a agência em um estúdio disruptivo, com uma proposta inovadora de serviço. Venha nos conhecer e surpreenda-se!

Outros posts

Os meus dias após o livro “Roube Como Um Artista”

Como “devorador” de bons livros que me tornei, estava ansioso para ler “Roube como um artista”. Comprei numa segunda, chegou na quarta da mesma semana e, no sábado, já tinha acabado de ler! Me deleitei com cada capítulo, com muita atenção e entusiasmo. Anotei o que achei interessante e lotei ele com post-its (como faço […]

Ler mais

Eu sou FODA! E você?

O que é ser FODA para você? Hoje quero falar sobre uma provocação bem humorada que carrega um termo não muito comum de ser usado no meio empresarial, mais que certamente tem a capacidade de nos levar a reflexão sobre quem somos, o que temos feito, e no que queremos nos transformar em nossa trajetória. […]

Ler mais

Mais do que uma linha de produtos, o engajamento em uma causa!

Num momento onde o consumo consciente vem sido estimulado e levado cada vez mais a sério, várias marcas têm investido em produtos reciclados e sustentáveis, com o propósito de gerar o menor impacto possível ao planeta. Desde sabonetes, shampoos em barra, sacolas de mercado, t-shirts, escovas de dente, canudos de bambú, eco-bags, copos, coleções de […]

Ler mais

O que faz o seu cliente te querer?

Este artigo tem o objetivo de levantar uma importante reflexão sobre quais são os valores intrínsecos que passaram a ser essenciais para os negócios dentro do contexto das mudanças sociais que estamos vivendo. Reflita sobre isso! Hoje, para que se tenha sucesso nos negócios, as empresas devem ser capazes de gerenciar as expectativas de seus […]

Ler mais